O que você tem dito a si mesmo ?

bc195c58ac82395bdecee1ea00f4b56a

As piores mentiras são aquelas que dizemos a nós mesmos, buscando nós convencer de algo por medo ou mera conveniência. Tentando assim calar a inquieta voz da verdade dentro de nós mesmos, a qual  grita incessantemente qual é a realidade dos fatos.
Minha experiência me revelou que quando criança apesar do mundo de fantasias que rondava minha cabeça, não havia necessidade de  tais mentiras.
Mas então cresci, e com isso, como todo adulto  passei a presumir demais. E em um mundo de tantas suposições, as presunções me levaram para um calabouço solitário onde eu ousava presumir as reações das pessoas, ou pior suas intenções e atitudes em relação a mim.
Você já  fez uma ideia boa de alguém que te surpreendeu com alguma atitude desprezível?
E o contrário?
Pois é, faz com que nos sentimos completos idiotas, né? 
É como tenho me sentido diante de certos fatos.
A verdade incontestável é de que a vida é uma surpresa, e tão certo quanto você não pode presumir o que acontecera dentro de duas horas ( ou se existirá amanhã ), você nunca vai poder supor as atitudes alheias ( e muitas vezes nem as suas próprias ) .
Eu andei pensando bastante sobre, pois as vozes a qual costumamos dar mais ouvidos, são as nossas, a voz do orgulho que diz  não  faça isso porque isso é se sujeitar, a voz do medo que diz não encare, a voz da audácia que fala quando deveria calar, entre tantas outras que se disfarçam de pensamentos inofensivos.
Nossa postura diante da vida vai ser fortemente determinada pelas vozes interiores que escolhemos ouvir. E por essa razão é extremamente importante pensar em que estamos dizendo a nós mesmos, e no que temos nós forçado a se convencer.
Há em cada um de nós vozes de encorajamento,que podem ser boas ou ruins. Mas ambas são reflexo do nosso eu.
E o que você tem dito  pra si mesmo?
O que ecoa pra você em forma de pensamentos?
Ok, você não pode controlar seus pensamentos.
Mas lembre-se pode controlar suas atitudes.

Antes dos 30: Na beirada dos vinte e sete e já me sentindo um personagem de 42 do Ben Stiller

antesdos30
Tinjo o cabelo desde os onze anos, pois gosto da sensação de mudança. Mudava sempre e  por qualquer motivo, mas na maioria das vezes sem razão sensata alguma. Hoje em dia tinjo de preto e apenas de preto, para disfarçar os fios brancos que começaram a nascer cedo, se multiplicaram, e agora são muitos. 
Minha postura já não é a mesma, o que me deixa com dor nas costas com certa facilidade.
Surgiu uma barriguinha que nunca esteve aqui.
Esses dias depois do almoço mordi uma bala (que me lembra da infância), e meu dente cariado quebrou, não deu outra, tive que arrancar o que restava dele.
Agora aqui estou eu, escrevendo  sobre  os três anos antes dos trinta/como é se sentir um tanto quanto velha (em relação a como me sentia antes), e claro estou usando óculos por conta da miopia, sendo cautelosa pra não me mover tanto a ponto de desatar os pontos na gengiva. 
Assisti esses dias no Netflix a uma comédia bobinha do Ben Stiller, cujo o titulo  era  ENQUANTO SOMOS JOVENS.
No filme: Josh Srebnick (Ben Stiller)  é casado com Cornelia (Naomi Watts) a alguns anos, vivendo uma vida sem muitas surpresas, e um tanto quanto chata. Mas ao conhecerem um casal  na faixa dos vinte e cinco começam a comparar sua vida a deles, e assim acabam por perceber  o quanto envelheceram, e sobre tudo o quanto poderiam ainda sim serem como os jovens em relação a acertas coisas. 

O louco é que assisti ao filme, me identificando mas com a crise  de idade do Ben Stiller do com os personagens jovens. 
E veja a ironia, logo eu apaixonada por mudanças desde criança, agora com receio de uma mudança natural e inevitável. 
Daqui treze dias completo vinte  e sete anos, e embora esteja vivendo a melhor fase da minha vida até aqui, e me considere mais segura e madura em relação a antes, mas ainda longe de ser o suficiente!  eu me pego tendo medo de não me reconhecer numa mulher de trinta.
Logo eu que li Balzac aos quatorze temendo agora me perder de mim…
E se eu não me reconhecer mais nas músicas que hoje ainda fazem sentido?
E se passar a temer arriscar? 
E se algo aqui nunca maios for o mesmo?
E se fizer planos e mais planos e …
7c1973_c63051e6450f40fcb99cb368f0a1c8dd
Eu vou ter essas palavras, e me lembrar de como era  ter medo do que não deveria temer.

Resolução sobre os amores de outrora

large-12
Vivo esbarrando nos velhos amores
Amores de ontem, amores de outra fase 
De quando tinha  outro coração, o coração ingenuo de antes  das dores 
De antes de compreender o sentido daquela frase …
O ‘ Eu te amo ‘ se diluiu em lágrimas, se desfez assim o amor de outrora 
Outra história se fez, voltei a vida
Resplandeceu a aurora 
Reacendeu a chama ávida 
 
Vivo é verdade, esbarrando nos velhos amores
Eles me encontram nas estações de trem, nas menores livrarias da cidade, nos dias mais chuvosos, e até nos domingos de sol 
Os encontro até sem te-los por perto, pois continuam aqui, na memória
E devo confessar que cada um deles, fora único e inesquecível
Mas se foram!
Não partiram de todo é verdade, alguns nunca nem existiram 
São  só uns ”quases” que perambulam a hipótese do infinito inexistente 
Foram só olhares, gestos, palavras ao acaso …
Tentativas… erros… tentativas, nada mais do que tentativas !
Mas tenho certeza de que não eram pra ser 

Bia, a morte e uma lição

tumblr_static_filename_640_v2
Conheci através do novo trabalho uma garota, que vou chamar aqui de Bia.
Minha primeira impressão a respeito dela deixou claro que somos demasiadamente diferentes, Bia ama Matemática ( eu odeio! ), adora beber ( eu só bebo chá rs! ), se envolve em relacionamentos abertos por diversão ( eu vivo no celibato rs! )…
Mas apesar das diferenças, Bia me pareceu ser uma garota legal, é inteligente, tem lindos olhos verdes que contrastam com sua pele morena , curte redes sociais, é viciada em series ( e fala muito sobre), apaixonada por mil e um atores (dos quais como uma adolescente fica admirando as fotos no celular). Demonstrou desde que a conheci demasiada preocupação com  a saúde da mãe, parece ter um lado maduro que cresceu depois de tanta dor. Bia perdeu o pai e o namorado no ano passado, e vinha falando muito sobre sua família ( ou que restou dela, sua irmã mais nova e um irmão casado que mora em outro estado). 
Bia disse que gostava muito de festas, mas desde que ficou desempregada ( á 6 meses atrás) deixou de frequenta-las e cortou laços com algumas pessoas. Sua irmã a motivou ficar em casa dizendo ‘ Se um dia a mãe falecer você será quem mais sentirá falta dela, pois nunca passa um tempo aqui! ‘ 
Passando a ficar em casa vendo series e na companhia da mãe, Bia  desfrutou mais da família, e talvez por essa razão vinha falando tanto sobre.
Na sexta-feira passada recebeu uma ligação de sua irmã dizendo que sua mãe estava no hospital, após demonstrar sérios problemas relacionados á pressão. 
Com os olhos cheios de lágrimas  e tremula Bia se despediu de mim e foi as pressas buscar a mãe.
Ontem( segunda-feira ) nos vimos novamente no trabalho, ela parecia estar feliz com a melhora mãe e disse aliviada ‘ Foi só um susto! Nem sei o que seria de mim sem ela!‘ 
Bia recebeu horas depois outra ligação de sua irmã, saiu as pressas nem se despediu …
Sua mãe faleceu.
tumblr_static_cll1tkm6l7ccwo8c4koo4s84g_640_v2
Sei que faz pouco tempo que a conheço, mas hoje fez  falta para todos a presença de Bia, principalmente porque todos nós sabemos que ela não está lá por sentir uma ausência maior.
Todo mundo se sentiu parecido com ela agora, todos também adorariam se as mães fossem eternas,  e  se nunca ligações de urgência  nos roubasse quem amamos.
Bia me ensinou uma lição valiosa. 
Eu não a conheci durante os seis meses próxima da mãe, talvez ela nem tenha aproveitado esse tempo o suficiente a julgar por agora, mas quem de nós saberá quanto tempo ainda temos para amar? 
Não temos nada se não o agora. 

Um pesadelo filosófico sobre a morte

tumblr_lqoyxqggt71qzh7hko1_500_large

Na madrugada anterior  tive  um pesadelo bem maluco e um tanto quanto filosófico  a respeito da morte. Vamos  á  narrativa insólita do mesmo:

Minha mãe   estava com a perna engessada,  e eu era quem  ficava responsável por todos os afazeres da casa (já pesadelo a partir daí! rs). Por essa razão  me encontrava varrendo  todos os cômodos,  e é  importante dizer que em alguns cômodos haviam montinhos de terra (como terra de cemitério, o que no sonho não me parecia estranho).

Depois de tanto  varrer  colocava  todo lixo em  sacolas de plástico, e as deixava na porta do meu quarto, afim de limpar meu quarto e também despejar o lixo lá. Mas me distraia (pra variar!) e começa a assistir  uma série  na tv (série  essa que não existe no mundo real, mas era uma mistura de Supernatural com séries policiais). Apesar  da distração, passado algum tempo lentamente juntava meu lixo, mas antes de despeja-lo nos sacos plásticos, um agente (como o da série que eu  estava assistindo)  saltava sobre mim e ameaça me bater.

Eu super ágil e forte como uma heroína (coisa de sonho rsrs) o derrubava no chão, e o deixava prestes a morrer enforcado (sou ou não sou demais?! Ao menos em sonho …). Mas ficava sem reação  após ouvi-lo dizer: VOCÊ NÃO  PODE SE LIVRAR DOS PENSAMENTOS SOBRE A MORTE, ASSIM COMO NÃO  PODE FUGIR DELA. A  IDEIA SOBRE A MORTE É ESSENCIAL PARA QUE VIVA!

Ficava demasiadamente intrigada sobre o que acabara de ouvir, e chamava meu pai para repetir o dito do  sujeito, desejando que ele  me disse-se que não  era preciso viver com a ideia da morte.

Meu pai ficava pensativo, depois balançava a cabeça e dizia:

Mas é preciso sim pensar na morte !

tumblr_m3xvgylg991rnvhhwo1_500

T H  E   E N D 

Filosofia

Baseada nas ideias do meu filosofo favorito

tumblr_nicouqPWOP1txama8o1_500

O MORRER por Sócrates
Sócrates tinha ideias bem interessantes sobre a morte que posteriormente foram disseminadas por seus discípulos:
No mundo físico a alma normalmente se conturba e fica perdida, pois está agora vinculada a objetos perecíveis. Mas, quando se volta para si mesma, vislumbra novamente as ideias puras, eternas e imortais que outrora conhecera. Neste momento suas angústias desaparecem, é quando o espírito atinge o que se conhece como sabedoria. Daí a importância do autoconhecimento.
A morte é fundamental para Sócrates, porque permite que a alma se distancie novamente da matéria orgânica e, na esfera essencial, alcance o verdadeiro conhecimento; só então o ser será livre para atingir o saber em sua forma mais pura. Ele acredita que, por este motivo, os filósofos genuínos estão prontos para morrer, pois desejam, mais que ninguém, conhecer a essência da existência.

 O  que a Bíblia diz  sobre 

 a importância de se pensar na morte

tumblr_nr3ee5QGhe1rr24u7o1_1280

Melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.
Eclesiastes 7:2

O coração dos sábios está na casa do luto, mas o coração dos tolos na casa da alegria.
Eclesiastes 7:4

Pensando  com base no que acredito (sobre tudo A PALAVRA DE DEUS) é sim muito importante como disse o tal agente do pesadelo pensar na morte, porque isso nos faz aplicar o coração a ETERNIDADE.

E vocês o que pensam sobre a morte ?