Que tal uma vírgula ? (O VENDEDOR DE SONHOS)


Ontem eu tive o privilégio de conferir o longa baseado na encantadora obra Augusto Cury, O Vendedor de Sonhos (O CHAMADO). E embora tenha lido o livro em meados de 2011, ao assistir vivenciei novamente as emoções que me tomaram através da leitura. O filme de fato transmiti a bela mensagem da obra.Onde o autor de psiquiatria  exalta a vida, a amizade, o perdão, e principalmente a importância da família.

Sem dúvida nenhuma, vale muito apena conferir o filme com direção Jayme Monjardim nas telonas!

Resumo: Júlio César interpretado por Dan Stulbach, era  um psicólogo renomado,  que se sente demasiadamente frustrado por não ter conseguido ajudar o próprio filho, se culta e se martiriza, a ponto de tentar cometer suicídio, mas então impedido  por mendigo bastante sábio (interpretado por César Troncoso). Nasce então uma insólita amizade  entre os dois, que passam juntos a ajudar outras figuras peculiares a colocar uma vírgula na vida, deixando para traz o ódio, as frustrações ou mesmo a dor dos que partiram.
Observação: Como a trama foi compactada em 85 minutos, não há na adaptação a  mesma riqueza de  detalhes  do best-seller , recomendo por tanto se possível antes de tudo a leitura no livro.
NOTA : 10
SENSAÇÃO: reflexiva
 

5 thoughts on “Que tal uma vírgula ? (O VENDEDOR DE SONHOS)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.