País do silencio

tumblr_static_tumblr_lydiumkwh11r4kd9qo1_500

O telefone tocou
Era a morte outra vez
Inquieta, precoce, cruel
Me levou outro alguém
E parte de mim desde então se apegou ao passado
Se tornando impossível esquecer o ontem que me causa as lágrimas de hoje
É inevitavel não sentir o cheiro da ausencia do ser velado
Me deixando aqui condenado em vida a lamentar o que de mim foi tirado
Memórias, vozes, gestos, momentos, para onde foram todos?
Para onde foi a vida que a pouco estava aqui compartilhando comigo o verbo existir?
A morte calou os sinos da igreja
Sucumbiu as alegrias
Deixou saudades quando levou para baixo da terra meninos e reis
Todos descendo iguais para o país do silencio
Enquanto nos choramos
Aqui sobre eles, não descansamos, não temos paz

 

 

Com imensas saudades do Paulo. Com imensas saudades do abraço que me fazia se sentir abraçada por Deus.

9 thoughts on “País do silencio

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.