Minhas piores dores e o credor incompassivo


tumblr_mbektgANME1rztoiho1_500


Perdão – Parte 1
Aos 19 anos eu tive uma experiencia muito ruim , eu fui traída por uma ”amiga”.
E sofri muito na época porque eu realmente acreditava que ela seria uma dessas BBF’s rs …
Bom hoje em dia eu faço piada com isso , mas o lance foi bem serio . Ela ia morar de fato comigo na casa dos meus pais , e durante mais ou menos uma semana dividimos meu quarto . Eu tentei a ajudar como podia ( ela tinha problemas com os pais) , cedi minha casa , tive de suportar ameaças dos pais dela , suportar a loucura que foi convencer meus pais a deixar que ela morasse conosco … enfim , foi punk rock a situação!
E tudo pra no fim ela se apaixonar por um sujeito que acreditava que eu gostava , e parar de falar comigo , assim do nada , tchau!
Nos trabalhávamos juntas , e o sujeito era do nosso trabalho , pensa !
Não eu não gostava do sujeito , mas eu a amava como minha melhor amiga , e acredite perder amigos doí mais!
Um mau entendido , uma falsa amizade , meu pedido de demissão do trabalho , e uma doença bizarra  é eu fiquei doente , um lance de stress que a USB tentou tratar com calmantes .

wp_ss_20150715_0014
E como eu sarei?
Eu resolvi que ia perdoa-la , claro fiz isso do meu jeito … o jeito Jaqueline errado de perdão!
Ela até me procurou , pela internet … Mas eu recusei suas solicitações de amizade etc…
Eu perdoei e bye! ( o que é assunto para um outro post )

Minha segunda maior dor aconteceu quando eu tinha 21 anos . Foi quando me apaixonei por um sujeito aparentemente fantástico ( APARENTEMENTE! ).
Ele era um monstrinho , um monstrinho baixinho e com serio problemas de calvice precoce, disfarçado de presbítero , intelectual e homem bem sucedido .
É ele era inteligente! Mas não o suficiente pra me convencer a transar com ele .
Foi daí que tentou forçar as coisas .
E eu passei algum tempo martirizando o que foi uma tentativa de estrupo .E por mais tempo ainda desejei que ele ardesse nas chamas do próprio fogo infernal rs.
Mas depois passou ! E eu também faço piada com isso …
Eu resolvi que ia perdoar ele .
Não que os controlares , possessivos , e homens de 34 anos que tentam convencer garotas a fazer sexo mereçam pena , mas eu fiz a loucura de me colocar no lugar dele , e senti pena de mim mesma nesse instante . Eu um homem de 34 anos , tão intelectual quanto digo ser , tão bem sucedido ( e eu nem vou falar do cargo religioso dele) preciso implorar afeto pra uma garota que considero infantil ?
Foi bem desconfortável ” ser ele” mas serviu pra que eu liberasse perdão imediato !

Tanto no caso da ”amiga” , quanto no caso dele , foi um alivio enorme liberar perdão.Eu pude finalmente falar sobre o assunto com familiares e amigos , e deixei de ter pesadelos com ambos . Eu passei a enxerga-los como enormes livramentos , e principalmente eu aprendi muito !
Eu nunca conheceria O PODER DO PERDÃO se não tivesse sentido a enorme dor de uma traição , frustração …
Mas eu aprendi que o perdão é uma escolha , que beneficia mais o perdoador do que o perdoado .

wp_ss_20150715_0015
Ok , o perdão não apaga o que aconteceu , mas ele torna o presente e principalmente o futuro livre das manchas do passado , e isso nos tira da posição de vitima , para posição de alguém livre da magoa, alguém pronto para seguir a diante.
Não é fácil perdoar , porque um desejo de vingança que arde em todhumanoshumano quer justiça !
Mas ei , nos erramos também ! Erramos muito , e o tempo todo , imagine se não nos perdoassem , imagina se Deus não nos perdoasse ?
O que nos torna dignos do perdão do outro ?
PERDOAR ! Perdoe e será perdoado !

A parábola do credor incompassivo (   Mateus 18:23-35 ) , apresenta uma comparação com o Reino Dos Céus, e explica tudo o que é preciso saber sobre o perdão :
Um servo que devia 10 mil talentos a um rei , e que não tendo como pagar recebe a ameaça de ter sua esposa e filhos vendidos como pagamento da divida.Implora então por compaixão . e o rei acaba por perdoar sua divida.
No entanto ele encontrando um de seus conservos que lhe devia cem dinheiros , o qual lhe implora por generosidade, acaba o colocando na prisão.
E quando isso chega a conhecimento do rei , o rei lhe diz :
Servo malvado , perdoei-te toda aquela divida porque me suplicaste.
Não devia tu igualmente ter compaixão do teu companheiro?

Minhas piores dores são muito menos do que ‘ cem dinheiros’ , e eu já tive muitas terríveis dividas de ‘ 10 mil talentos’ sendo perdoadas , então que tipo de malvada e cruel seria eu se suplica-se um perdão que não sou capaz de liberar ?

6 thoughts on “Minhas piores dores e o credor incompassivo

  1. Profundo isso. E edificante…
    Curioso como precisamos de um certo distanciamento de tempo para termos uma visão mais ampla e segura dos episódios envolvendo nossas relações, principalmente aquelas onde há sofrimento e decepção. Não tem jeito: experiência e maturidade caminham de mãos dadas com o tempo.
    Sucesso na caminhada e que Deus continue a te livrar dos abismos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.