Irresoluta

tumblr_lo54v7b5HL1qgl3s5o1_500
Eu pensei no amor
Assisti de perto a ingratidão
Chorei de alegria e também chorei pela  dor
Enquanto pensava senti as algemas da escravidão 
Não tive escolha
Sempre sinto o que penso

Me sentei sobre o mundo
E naquela tarde vi tudo de cima
Me ausentei de mim por um segundo
Olhando para baixo sem nenhuma estima
Gostaria de não ter sido tão cruel
Mas a vida fora austera

Recoloquei complacência em mim
Para que pudesse suportar outro dia
Para não ter de ser sempre assim
Presa a melancolia
Mas eu sou frágil  e cai
E o mundo fora de mim me aprisionou

Gostaria de não estar tão certa
Mas a vida  me roubou  as incertezas
E agora sou  deserta
Igual a maioria, um amontoado de cinzas
Ainda sinto o que penso
Mas sou incapaz de sentir o que fora proibida de pensar

 

9 comentários sobre “Irresoluta

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.