Crônica da Inversão

1792104Assisti ele a noite toda , o show inteiro , o blá blá e os acordes de guitarra .

Garoto perdido , queria poder dizer a ele para não lamentar tanto a vida que tem,mas estava ocupada com outra coisa.

Meu eu lírico se apaixonou por Eric em Setembro do ano passado, e para o mundo real isso já faz muito tempo. Em Maio desse ano quando cruzei sua rua ,Eric pensou que fosse real , mas nunca foi .Eu gostava mais do que podia escrever sobre quem ele não era , do que estar com ele. Não se pode trocar a ordem dos meus elementos líricos , mas ele não sabia disso.

Pobre garoto , cometeu suicídio nas minhas palavras.

One thought on “Crônica da Inversão

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.