O que fizemos com a internet ? O que ”ela fez” conosco ?

capa-viciado-em-internet-fe-em-jesus

Não sou dos bons e velhos tempos onde a comunicação acontecia de verdade ,  face a face . Nasci em 1991 , devia ter uns doze anos quando vi meu irmão usando a internet , e quatorze quando fiz meu primeiro blog na plataforma Blogspot . Usufrui da febre MSN Messenger e Orkut  minha adolescência toda .  Demorei dois anos para me render ao Whatsapp , e refiz meu Facebook depois de dois anos que havia o abandonado. Eu tentei  juro que tentei!Existe clínica de reabilitação para dependentes de internet? Devia existir!  A verdade é que odeio o Facebook ,mas o fato de não ter um durante os anos longe da rede , fez ele  parecer necessário  , houveram até empresas que pediram meu   perfil , colegas de faculdade para trabalhos em grupo , ou coisas assim , e até para  o ” manter contato” . E tinha essa  coisa de acharem que eu  ” não existia ” sem ter um perfil no Facebook , e claro concluíram que eu era  no mínimo ANORMAL por isso ! 

Mas a ”anormal” aqui se rendeu, reativou o perfil  , e mesmo raramente acessando lá , estou aqui agora escrevendo em um blog . Não sou menos viciada que os  viciados das redes sociais , e se você está lendo isso também não é .

Mas confesso que mesmo já pertencendo  a sociedade  conectada desde pré adolescente ,eu sinto falta de como era ter a minha irmã caçula olhando pra mim quando eu falava com ela , agora aos dezessete, ela está sempre nas redes sociais , longe , bem longe da sala de estar , embora seu corpo esteja lá.


page

Definitivamente somos usuários no pior sentido da palavra !
A revista francesa Humanoide fez uma criativa critica sobre o ”vício” em tecnologia e principalmente rede sociais , com as seguintes imagens :
vicio

O slogan da campanha que promove a quarta edição da revista é

A tecnologia é o ópio do povo”.  

Fonte das imagens :  Site Oficial Revista Humanoide  << acesse .


E se a campanha da Humanoide parece exagerada , saiba que cientistas e estudiosos  de diferentes países estão atribuindo a causa de  doenças psicológicas ,  incluindo a  depressão ao uso constante da internet / redes sociais . O estudo  da  revista Cyberpsychology registrou que adolescentes que ficam  horas nas redes sociais tem maior chance  de apresentar alguma desequilíbrio em sua  saúde mental, sofrimento psíquico e  até pensamentos suicidas.

>> Mas a respeito   aqui 

E há até  um estudo sobre como a forma com que usamos a internet ,pode detectar se somos ou não propensos a desencadear depressão – ver aqui .