Anacronismo de amor e morte

 

gael_by_geno_sulumNão leve essa dor muito a sério, ela passa
Não remoa os velhos acontecimentos
Tudo passa!
Passa o dia, a noite, e se vai os sofrimentos

Não leve essa dor muito a sério, ela passa
Não tema o ontem
Já é hoje, porque tudo passa!
Passa a noite vem o dia, e as dores partem
Deixe partir! Me perdoe por querer o melhor de ti
Mesmo quando o melhor voce não pode oferecer
Só não sucumba minha paz com o amor dado a ti
Não mate voce em mim, pois posso ainda mais esmorecer

Estou na beirada do abismo
Te seguro pelo braço
E é mais que companheirismo…
Estou lá porque… nem sei, entrei em colapso!

Me sinto presa a ti, presa ao anacronismo
Ainda levo tudo muito a serio, fico a remoer velhos acontecimentos
Te vejo despencar do abismo
Caio porque voce cai, tenho feridas pelos seus ferimentos

Não leve por favor essa dor muito serio
Porque eu a levo também …

E nem sei o que fica, quem parte, quem vive ou morre
Vivo no ontem eu acho …
Talvez pra sempre…

10 comentários sobre “Anacronismo de amor e morte

  1. “E nem sei o que fica, quem parte, quem vive ou morre
    Vivo no ontem eu acho …
    Talvez pra sempre…”

    Que lindo, apenas isso. Eu amei mesmo, parabéns.
    Beijos,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.